[Resenha]: Uma vez você, uma vez eu ♥

Olá Florzinhas!!!
A segunda resenha do dia, é a do livro "Uma vez você, uma vez eu" do autor parceiro Diego Martello. Confira:

Marcos e Willian, pai e filho, tentam se reconciliar após anos de desentendimento. Em paralelo, Eva, mulher de Willian, quer a todo custo engravidar, o que frustra o casal. A partir da visão do interior de cada um, esses personagens terão de reconfigurar o modo de pensar para enfrentar os seus conflitos. Nessa fase tão conturbada para todos, reflexões acompanham cada segundo da trajetória deles.
Narrada de forma surpreendente, provocativa e crítica, esta obra não tem a pretensão de apresentar soluções para os problemas enfrentados, mas, sim, mostrar as armadilhas de nosso fluxo de consciência, para compreendermos que as soluções dos problemas dependem, muitas vezes, da forma como se lida com as ilusões, ou, ao contrário, como se enxerga verdadeiramente a realidade.

"Uma vez você, uma vez eu" é um daqueles livros que durante a leitura, você acha que  é uma coisa, mas, chega no final e é outra... Você acorda do sonho...E às vezes o sonho na verdade é um pesadelo.


"Mas, então, por que não recomeçar desde agora? Quer aguardar a morte chegar para uma segunda chance? O que te impede? O recomeço não é um ponto de início, e sim parte do caminho como um todo. Caminhamos, todos os dias, pelo mesmo gramado, porém não há nada de errado em aprender a caminhar de forma mais leve".

William passa por uma experiência esquisita em sua vida: recebe uma ótima proposta de emprego, mas por outro lado, ele e sua esposa não conseguem gerar um filho e a relação com seu pai não é a das melhores. Com o pai machucado, ele da o braço a torcer e preocupado com sua saúde, aceita sua reaproximação, enquanto, inconsciente, relembra memórias de sua vida, principalmente infância, quando sua mãe, ainda era viva.
Em um sonho, ele se vê como uma pessoa insegura e limitada, sem força e sem motivação, o que provavelmente seria a causa desta sua situação.


"Portanto, não mais amaldiçoaremos as pedras em nosso caminho ou abençoaremos as planícies, mas entenderemos suas diferenças e benefícios firme com nossos próprios passos e podermos continuar a caminhar, independente do terreno".

Com este sonho, além de poder relembrar as lembranças do passado, William pôde também rever sua vida, ser grato pelo que tem e refletir a melhor maneira para vivê-la.

"Você é como uma música que toca nos ambientes em que entra. Cabe a você ser agradável ou não. Nenhuma nota passa despercebida."




Senti necessidade de marcar quase todas as páginas do livro, com medo de deixar passar algum aprendizado, que são mais direcionado para nós, do que para o próprio personagem principal.
Encarei o livro como uma autoajuda escondida por trás de uma história, o que achei muito interessante, já que assim, o autor consegue deixar suas mensagens mais descontraídas e envolvidas.
Superrr recomendo

ONDE COMPRAR:
Saraiva: aqui
Travessa: aqui

CONTATO COM O AUTOR:
Facebook: aqui
Instagram: aqui

É isso pessoal, um beijo e até a próxima ♥♥♥

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo